Besan…quoi?

Ouvi dizer que 2014 virou 2015, rápido, sutil a ponto de nem me dar conta da mudança. Quando sinto a testa franzindo ao sentir o vento congelante, me pergunto se de fato cheguei ou se estou num limbo ou espécie de universo paralelo. Esse negócio de cair a ficha e tudo mais, vocês sabem. Ainda não tive o estalo, deve chegar em breve. Em dado momento do ano passado decidi fazer um breve intercâmbio. Respirar novos ares, melhorar meu francês preguiçoso. Escolhi uma cidade do interior, mandei alguns (tantos) e-mails, juntei documentação de uma vida inteira, dei um beijo nos meus pais e abraços nos amigos, preparei as malas na véspera e fui. Meio reckless: nem conhecia a cidade, que não tem aeroporto e fica relativamente distante de Paris (isso mesmo, para tristeza dos amigos que de imediato associaram França a Paris). Vale lembrar que nunca tinha andado sozinha de trem. Muito menos empurrando duas malas.

Por que raios Besançon?

Foi o curso mais acolhedor a distancia. Respondiam meus e-mails sempre em tempo, tinham um preço honesto, e sim, como no Brasil, o interior tende a ser mais em conta para mortais que não recebem em euros. Praticidade também é tudo nessa vida. Não queria gastar horrores com transporte e moradia. Tenho uma teoria de que cidades pequenas são mais apropriadas para melhorar a aptidão com a língua: os moradores não têm tantos vícios de linguagem e é mais difícil encontrar brasileiros a cada esquina. A possibilidade de conhecer o cotidiano em uma pequena cidade do interior também foi um atrativo.

Ok, agora me conta: como você descobriu essa cidade e o curso?

Na verdade a culpa foi toda do Caio, que um dia comentou sobre um curso que havia encontrado jogando no google. Besançon? Desconhecia. Curso de francês, universidades nessa cidade? Nada, minha gente. Aí veio o papo de olha, perto da Suiça, meio frio. O discurso do frio sempre funciona comigo e pareceu uma boa desculpa para também brincar de search, ver preços e virar o site ao avesso. Pensei pouco, troquei uma ideia com os meus pais – podem dizer qualquer coisa, a palavra deles ainda é forte e eles são bem mais sensatos que eu na hora de tomar uma decisão súbita como essa-, e logo comecei a me movimentar para as coisas acontecerem.

Nossaaaa, cara! Mas você não enjoa da França?

A questão é simples e eu poderia me limitar a responder não, não enjoo. Mas seria francês demais da minha parte e não quero me contaminar nesse aspecto. Posso não ser perfeccionista com a vida, mas sou BEM chata com o aprendizado da língua. Gosto de aprimorar ao máximo. Se eu tivesse grana daria uma volta ao mundo, largaria emprego só para viajar. Nessa vida não deu. Então aproveito o gosto pelos estudos para conhecer outros lugares.

Ótimo. Fica na Europa, dá pra fazer mochilão!!!

Dá! Eba, que délice, vou preparar a mochilinha e me jogar no mundo. Só que não. Minha prioridade é honrar a grana investida no curso e isso mesmo, estudar. Se der pra viajar, legal, se não, paciência. Adeus aos posts motivacionais de gente que passou um ano viajando sem gastar um centavo. Sou metódica demais para permitir algo ao nível em minha vida. Minha mãe costuma dizer que sou nova e ainda tenho muito tempo para conhecer o mundo. Confio nas palavras dela e não tenho mais pressa.

Ok, e agora?

Oras, teremos alguns textos pela frente sobre as impressões de uma brasileira perdida sobre uma cidade – desconhecida SIM, nem venham me dizer que já ouviram falar – no interior da França [aqui vale inserir uma rápida nota para dizer que ninguém conhece a rua na qual vou morar. Ou talvez eu não tenha aprendido a pronunciar bem o nome da rua]. Fiquem livres para perguntar coisas sobre o lugar (ou a experiência propriamente dita), providenciarei no meu ritmo devagar quase parando, mas uma hora a resposta chega, prometo.

À bientôt!

Anúncios

6 comentários sobre “Besan…quoi?

  1. Lidy, quando li esse post quase consegui sentir o gostinho de estar chegando em um lugar novo, deu até um quentinho no coração aqui. Fico muito feliz por ver uma querida que nem você fazendo planos e correndo atrás deles, que você aproveite muito e fico toda animadinha de acompanhar aqui pela interwebs. :*

    • Obrigada pelo apoio, Nat! Embora esteja aqui há 3 dias já posso dizer que tem sido uma experiência bem interessante. Continue acompanhando porque ainda tenho muitas coisas legais para contar sobre essa cidade linda :)

  2. Ei Lidy, que bacana tudo isso!
    Tava morrendo de curiosidade de saber onde você tinha se enfiado, mas não queria parecer muito enxerida na vida alheia, hahah. Acho que o fato de ser uma cidade pequena e praticamente desconhecida vai te dar um feeling bem mais vida real de uma experiência fora do país, e pra quem quer se jogar de cabeça e estar imersa na língua, vai ser incrível!
    Tudo de bom por aí, curta muito tudo que der, e ficarei aguardando mais histórias <3
    beijos!

    • Mas menina, era só mandar inbox que eu te contaria <3 só não dei mais detalhes antes porque a véspera da viagem foi bastante corrida e cansativa. E rolou toda uma ansiedade absurda que não conseguia me tranquilizar o suficiente para sentar e escrever. Louco isso. Por enquanto as coisas ainda são bem surreais, mas tem sido divertido descobrir a cidade por conta, inclusive no quesito cultural. Já tinha algumas orientações básicas, mas Besançon é BEM diferente de Paris. E se prepare, ainda tem muita história doida por aí. Se já estou assim com uma semana, imagine daqui um mês haha beeijo e obrigada!

  3. Que incrível parece ser a sua nova experiência! Eu também sou bem chata em relação ao aprendizado da língua, quero falar bem direitinho, e é por isso que mesmo sendo formada em inglês, ainda pretendo fazer um intercâmbio pra algum lugar e pegar de vez a coisa. O mesmo vale pro espanhol e o francês, que tô aprendendo agora — sim, os dois de vez… parece louco mas tô adorando! Hahahahahahaha. Enfim, vai ficar por quanto tempo? Espero que aproveite muito e aprenda, também. Não esquece de contar aqui tudo que tá acontecendo, vou acompanhar, ok? Hahahahahahaha

    Com amor,
    Steph • http://naoeberlim.blogspot.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s