Desafio Literário 2011 – O Pagador de Promessas

Há um ditado recorrente no discurso cotidiano do brasileiro – “promessa é dívida”. Se ela é seguida à risca ou não, poucos sabem. Mas José Dias Gomes soube aproveitar para mostrar, por meio de um personagem, os níveis extremos encarados por um indivíduo para cumprir a promessa feita. Em O Pagador de Promessas, a dívida é levada a sério. E Zé do Burro, religioso casto, enfrenta o que for possível para agradecer pela graça concedida por Santa Bárbara.

A tarefa de Zé do Burro consistia em carregar uma cruz de sua cidade no interior da Bahia até a capital, Salvador. Um trajeto a ser percorrido a pé – o que consistia em mais ou menos 24 horas de caminhada. E ao chegar, depositaria a cruz no altar da Igreja de Santa Bárbara. Todavia, sua chegada estaria envolta por muitos percalços.

Acompanhado pela esposa e exausto, apesar de todo o esforço, o padre não permite que ele entre na igreja, pois a promessa foi feita em um terreno de Candomblé. Afinal, para Zé do Burro, a Iansã do Candomblé era a mesma Santa Bárbara, apenas com outra representação.

Por ser uma peça teatral, a história se apresenta com uma linguagem simples – em conjunto com a modesta extensão do texto. Em três atos, apesar de proporcionar uma leitura rápida, o autor faz críticas pesadas a preconceitos e estereótipos recorrentes na cultura brasileira.

Apesar do cunho religioso como norteador, a religião não é o tema central. Cada crítica não se apresenta de forma mordaz, mas sim concentrados em um campo de pura ironia. Algo que lembra, em muitos momentos, o “jeitinho brasileiro” de contornar todos os tipos de situações.

O autor concentra inúmeras tensões sociais em um único núcleo de personagens. É possível mesmo dizer que ele concentra as divergências em uma praça pública ao longo de um dia.

A obra apresenta um grande valor tanto para a literatura quanto para o cinema brasileiro. Para se ter uma ideia, basta lembrar que a versão cinematográfica ganhou o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro em Cannes, no ano de 1962.

Esta resenha corresponde ao tema de junho do Desafio Literário 2011.

Anúncios

Um comentário sobre “Desafio Literário 2011 – O Pagador de Promessas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s