Desafio Literário 2011 – A Vida, O Universo E Tudo Mais

Em A Vida, O Universo e Tudo Mais, a série criada por Douglas Adams completa seu primeiro ciclo. Desta vez, os personagens centrais estão espalhados em diferentes localidades. O encontro se dá aos poucos, quando todos se descobrem envolvidos de alguma forma nos problemas desencadeados pelos habitantes de Krikkit. Mais uma vez, o escritor britânico encontra um modo inteligente de contornar os clichês, dando gás à narrativa.

Os primeiros personagens a se reencontrar são Arthur Dent e Ford Prefect. Em meio a confusão, após tanto tempo sem se verem, são surpreendidos por um sofá Chesterfield que os leva ao centro de um campo de críquete, dois dias antes da destruição da Terra. Ainda atribulados e sem entender o que se passa, se deparam com Slartibartfast. Ele apresenta a problemática – os habitantes de Krikkit estão ensandecidos pela vontade de destruir qualquer forma de vida que não a deles. Os xenófobos precisam reunir cinco “traves”, responsáveis por uma chave que os libertará do aprisionamento. E o pior: não falta muito para concretizaram a reunião dos cinco itens.

O terceiro volume da coleção é mais sério. Conforme a narrativa se desenvolve, desperta ainda mais a sensação de desfecho. Dá para sentir bem a tentativa de Adams para desatar todos os nós decorrentes das obras anteriores. O leitor é confrontado o tempo todo com as loucuras dos habitantes de Krikkit para obter as cinco traves e a falta de disposição de Arthur e Ford para tentar impeli-los. E apesar da grande metáfora sobre os malefícios da xenofobia como pano de fundo, o escritor tenta balancear com momentos de humor – remetendo às constantes piadas bem pontuadas dos outros dois livros.

Arthur Dent é a figura central de A Vida, O Universo e Tudo Mais – a maioria dos fatos ao longo das páginas termina com ele. O personagem não é dos mais agradáveis, mas Adams reservou os poucos momentos que provocam risos para ele. Em uma das passagens, Arthur encontra uma criatura morta por ele diversas vezes – toda vez ele “reencarnava” na forma de algum inseto ou objeto inanimado, sempre destruído por aquele desprezível ser humano! Não dá pra deixar de lado o acontecimento das primeiras páginas do livro, quando um alienígena determina um objetivo para sua vida: insultar todas as pessoas do universo, em ordem alfabética. E, claro, mais uma vez Arthur é uma das primeiras vítimas.

O livro é genial, e o conteúdo é tão rico quanto a primeira obra da série. Mas, como relatado acima, a leitura não é das mais fáceis. A obra exige maior atenção do leitor para não perder pontos importantes, algo que pode cansar e provocar um pouco de tédio por um momento. Mas vale, muito, insistir até o fim e preparar-se para o volume que o procede.

ADAMS, Douglas. A Vida, O Universo E Tudo Mais.  Editora Arqueiro, 2009. Tradução: Carlos Irineu da Costa. 224 págs. Preço sugerido: R$ 19,90.

 Esta resenha corresponde ao tema de Abril do Desafio Literário 2011.

Anúncios

2 comentários sobre “Desafio Literário 2011 – A Vida, O Universo E Tudo Mais

  1. Confesso que deixei-me vencer pelo tédio ao ler essa série. O que importa é que mesmo não agradando a mim, a obra agrade outras pessoas. Ótima resenha!

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s